Confira as baterias do Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido, com ínicio em 11/02 às 15h BSB

SUNSET BEACH, Oahu, Havaí, EUA (Quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022) – O Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido vai promover o segundo desafio do World Surf League Championship Tour 2022 no Havaí. O prazo começa nesta sexta-feira, 11 de fevereiro, no dia que Kelly Slater completa 50 anos de idade. O maior ídolo do esporte, começou a temporada com vitória nas ondas épicas de Banzai Pipeline e vai defender a liderança do ranking em Sunset Beach, assim como a havaiana Moana Jones Wong, campeã da primeira etapa. Os 36 competidores da categoria masculina e as 18 da feminina, já estão escalados para estrear na primeira fase.

Se o evento for iniciado às 8h00 da sexta-feira no Havaí, serão 15h00 no Brasil. Kelly Slater vai entrar na terceira bateria do primeiro dia, com o australiano Callum Robson e o havaiano Barron Mamiya, surfista que ele derrotou em Pipeline com um tubaço surfado nos últimos segundos. A “seleção brasileira” continua desfalcada do Gabriel Medina e do Yago Dora, que está contundido. Mas, Caio Ibelli segue substituindo o tricampeão mundial e será o primeiro brasileiro a se apresentar em Sunset Beach. 

Caio perdeu sua vaga na elite do CT em 2021 e aproveitou muito bem o convite da World Surf League, conseguindo o seu melhor resultado em Pipeline. Ele e Miguel Pupo dividem o terceiro lugar no primeiro ranking de 2022, com ambos só perdendo nas semifinais. Caio foi escalado na segunda bateria, com dois surfistas que ficaram em quinto lugar em Pipeline, o peruano Lucca Mesinas e o japonês Kanoa Igarashi.

Depois, tem Jadson André na quarta bateria com o americano Conner Coffin e o australiano Jordan Lawler. Na quinta, estreia o campeão olímpico Italo Ferreira com dois havaianos, Ezekiel Lau e Billy Kemper. Na sexta, é Brasil em dose dupla, com Filipe Toledo e João Chianca enfrentando o campeão mundial de ondas gigantes, Kai Lenny. Ele, Billy Kemper e Barron Mamiya, são três havaianos convidados para participar do Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido.

Logo após a estreia do vice-campeão mundial, Filipe Toledo, junto com um dos novatos na elite deste ano, João Chianca, o outro estreante da seleção brasileira, Samuel Pupo, entra na sétima bateria com o australiano Morgan Cibilic e o havaiano Imaikalani Devault. Na nona, tem Deivid Silva com o americano Griffin Colapinto e o australiano Jackson Baker. E na 11.a, Miguel Pupo começa a defender a terceira posição no ranking, contra o australiano Jack Robinson e o americano Jake Marshall.

Nesta rodada inicial, ninguém é eliminado da competição. Os dois primeiros colocados em cada bateria, avançam para a terceira fase, quando os duelos passam a ser homem a homem. Já os últimos colocados, têm uma segunda chance de classificação na repescagem. Na categoria feminina também é assim, com a diferença de que são seis baterias igualmente com três surfistas em cada e as duas melhores já passam direto para as oitavas de final. 

RETORNO DE SUNSET – A única brasileira, Tatiana Weston-Webb, entra na segunda bateria com a havaiana Malia Manuel e a australiana Bronte Macaulay. O Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido vai marcar o retorno deste icônico pico do North Shore da ilha de Oahu, ao calendário do WSL Championship Tour. Nos últimos anos, Sunset Beach vinha sediando etapas importantes do WSL Qualifying Series. A última vez que recebeu um evento valendo pontos para o título mundial masculino foi em 2003, enquanto a última do CT feminino aconteceu em 2010 e foi vencida por Tyler Wright.

Além da bicampeã mundial, entre as tops da elite deste ano, quem também já festejou vitória em Sunset Beach foram a pentacampeã Carissa Moore em 2009 e a heptacampeã Stephanie Gilmore em 2008. Carissa vai estrear na terceira bateria com mais duas havaianas, Moana Jones Wong para quem perdeu o título do Billabong Pro Pipeline e a estreante na elite, Bettylou Sakura Johnson. Já Tyler Wright e Stephanie Gilmore, vão enfrentar a também australiana India Robinson no último confronto da primeira fase.  

Entre os homens, nenhum participante do Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido venceu a etapa do CT realizada nesta praia até 2003. Mas, cinco já foram campeões da tradicional World Cup of Surfing, que fechava a temporada do WSL Qualifying Series em Sunset Beach. Jack Robinson ganhou a última em 2019, Ezekiel Lau foi bicampeão em 2018 depois de vencer em 2013, Conner Coffin levou o título em 2017, Jordy Smith em 2016 e John John Florence em 2011. Em 2010, Raoni Monteiro conquistou a única vitória verde-amarela em etapas do QS e, em 1991, Fábio Gouveia entrou na história como o primeiro brasileiro a vencer no Havaí.

TRANSMISSÃO AO VIVO – O Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido será realizado com apoio da Hurley, Shiseido, Red Bull, Oakley, Hydro Flask, Havaianas, Expedia, Flying Embers, Pura Vida, Spectrum Hawaii, 805 e Da Fin. O prazo desta segunda etapa do World Surf League Championship Tour 2022 começa no dia 11 e vai até 23 de fevereiro no Havaí e poderá ser assistida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com, pelo Aplicativo YouTube da WSL e no Brasil tem transmissão especial pelo GloboplayGE.Globo.com e a partir das quartas de final nos canais do Sportv.

COVID-19 – A saúde e segurança dos atletas, funcionários e da comunidade local, são de extrema importância para a World Surf League, que trabalha em estreita colaboração com as autoridades de saúde locais, para implementar um protocolo mais completo possível para a proteção de todos em relação ao COVID-19. Os procedimentos incluem triagem antes do evento, testes contínuos e controle para a circulação mínima de pessoas no local da competição.

PRIMEIRA FASE DO HURLEY PRO SUNSET BEACH:
1.a: Jordy Smith (AFR), Ryan Callinan (AUS), Matthew McGillivray (AFR)
2.a: Kanoa Igarashi (JPN), Lucca Mesinas (PER), Caio Ibelli (BRA)
3.a: Kelly Slater (EUA), Callum Robson (AUS), Barron Mamiya (HAV)
4.a: Conner Coffin (EUA), Jadson André (BRA), Jordan Lawler (AUS)
5.a: Italo Ferreira (BRA), Ezekiel Lau (HAV), Billy Kemper (HAV)
6.a: Filipe Toledo (BRA), João Chianca (BRA), Kai Lenny (HAV)
7.a: Morgan Cibilic (AUS), Samuel Pupo (BRA), Imaikalani Devault (HAV)
8.a: John John Florence (HAV), Ethan Ewing (AUS), Owen Wright (AUS)
9.a: Griffin Colapinto (EUA), Deivid Silva (BRA), Jackson Baker (AUS)
10: Seth Moniz (HAV), Kolohe Andino (EUA), Nat Young (EUA)
11: Miguel Pupo (BRA), Jack Robinson (AUS), Jake Marshall (EUA)
12: Leonardo Fioravanti (ITA), Frederico Morais (PRT), Connor O´Leary (AUS)

PRIMEIRA FASE DO HURLEY PRO SUNSET BEACH:
1.a: Johanne Defay (FRA), Gabriela Bryan (HAV), Molly Picklum (AUS)
2.a: Tatiana Weston-Webb (BRA), Malia Manuel (HAV), Bronte Macaulay (AUS)
3.a: Carissa Moore (HAV), Bettylou Sakura Johnson (HAV), Moana Jones Wong (HAV)
4.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Brisa Hennessy (CRI), Luana Silva (HAV)
5.a: Lakey Peterson (EUA), Isabella Nichols (AUS), Courtney Conlogue (EUA)
6.a: Tyler Wright (AUS), Stephanie Gilmore (AUS), India Robinson (AUS)

TOP-10 DO WSL CHAMPIONSHIP TOUR 2022:
1.a- Moana Jones Wong (HAV) – 10.000 pontos
2.a- Carissa Moore (HAV) – 7.800
3.a- Tyler Wright (AUS) – 6.085
3.a- Lakey Peterson (EUA) – 6.085
5.a- Johanne Defay (FRA) – 4.745
5.a- Isabella Nichols (AUS) – 4.745
5.a- Malia Manuel (HAV) – 4.745
5.a- Brisa Hennessy (CRI) – 4.745
9.a- Tatiana Weston-Webb (BRA) – 2.610
9.a- Sally Fitzgibbons (AUS) – 2.610

TOP-22 DO WSL CHAMPIONSHIP TOUR 2022:
1.o- Kelly Slater (EUA) – 10.000 pontos
2.o- Seth Moniz (HAV) – 7.800
3.o- Miguel Pupo (BRA) – 6.085
3.o- Caio Ibelli (BRA) – 6.085
5.o- Kanoa Igarashi (JPN) – 4.745
5.o- John John Florence (HAV) – 4.745
5.o- Samuel Pupo (BRA) – 4.745
5.o- Lucca Mesinas (PER) – 4.745
9.o- Filipe Toledo (BRA) – 3.320
9.o- Italo Ferreira (BRA) – 3.320
9.o- Jordy Smith (AFR) – 3.320
9.o- Leonardo Fioravanti (ITA) – 3.320
9.o- Callum Robson (AUS) – 3.320
9.o- João Chianca (BRA) – 3.320
9.o- Carlos Munoz (CRI) – 3.320
9.o- Barron Mamiya (HAV) – 3.320
17.o- Conner Coffin (EUA) – 1.330
17.o- Griffin Colapinto (EUA) – 1.330
17.o- Frederico Morais (PRT) – 1.330
17.o- Jack Robinson  (AUS) – 1.330
17.o- Deivid Silva (BRA) – 1.330
17.o- Ethan Ewing (AUS) – 1.330
———–outros sul-americanos:
17.o- Miguel Tudela (PER) – 1.330 pontos
33.o- Gabriel Medina (BRA) – 265
33.o- Yago Dora (BRA) – 265
33.o- Jadson André (BRA) – 265

Vídeo: Para que serve o carbono na prancha?

O carbono já é utilizado na fabricação das pranchas há muito tempo, mas agora ele está na moda. Mas você sabe em que ele interfere no seu surf?

O carbono pode ser utilizado pensando no reforço da prancha e também para interferir na frexibilidade da mesma. Pra você entender melhor sobre tudo isso e ficar sabendo também o que é o “efeito trampolim”, que é o que todos os shapers buscam, a equipe do canal SURFE TV @surfetv convidou o shaper Victor Vasconcellos para dar uma aula pra gente.

Assista ao 9º episódio da série Prancha Mágica e sabia como o carbono influencia no seu surf.

Confira:

Victor Vasconcellos @vichsvasconcellos é shaper há mais de 30 anos e já fez mais de 40.000 pranchas de surf, 30.000 na mão. Victor é shaper da Hotstick @hotstickhs.

Direção, Produção e Edição
Carlos Matias @carlosmatiasrj

Imagens
Carlos Matias, WSL, Basque Country Surf Company

Arte
André Bremer @andrebremer, Carlos Matias, Gabriel David, Mari Taboada

Música
Brontosaurus – Topher Mohr and Alex Elena

Dia de treino na Praia do Buraco!

Nessa sexta-feira, na Praia do Buraco em Vila Velha, Marcos Vidigal recebeu uma visita especial na Cabana Aroeira, o campeão mundial de surf adaptado, também capixaba, Carlos Kill.

A galera fez um treino pela manhã pra manter a forma e colocar o surf em dia.

Carlos, que vai para o mundial no fim do ano na Califórnia, está muito motivado e surfando sempre que pode com a ajuda dos seus amigos. E Vidigal fez a mala como sempre nas ondas que surfa todos os dias.

Confiram as fotos tiradas pelo John Rasta Jabuticaba.

Amanhã, vale o surf bem cedo pela manhã e depois curtir uma música boa e aquele rango esperto na Cabana Aroeira! @cabanaaroeira

Galeria 02 – Regência fim de semana!

Como temos muitas fotos desse feriadão que rolou, a equipe Surfvix separou em 3 galerias de Regência.

Essa agora é a segunda sessão de fotos para vocês conferirem um pouco mais do que rolou no fim de semana na vila mágica.

Com apoio da Vitória Motors Jeep, apoiadora oficial do Surfvix, aproveitamos para levar essa causa tão importante que é o outubro Rosa, sobre o câncer de mama.

Todas as fotos da galeria 2 foram registradas pelo fotógrafo e surfista Gilberto Moulin.

Filme: Lucas Medeiros e sua temporada 2016

Confiram abaixo tudo o que rolou na temporada 2016 do atleta capixaba Lucas Medeiros.

Ele, que é atleta de Standup, pegou altas ondas nos melhores picos do mundo, que resultou nesse fantástico vídeo.

PRESS PLAY

Edição: Straya Filmes

Instagram