Notícias

11/02 10h09

Chumbo é tricampeão e Maya também vence o TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa

Lucas Chumbo ganhou os prêmios individual e de melhor equipe

Maya Gabeira e Lucas Chianca campeões do TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge (Foto: @WSL / Laurent Masurel)
NAZARÉ, Portugal (Quinta-feira, 10 de fevereiro) – Só deu Brasil mais uma vez no TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa em Portugal. Lucas “Chumbo” Chianca deu um show nas ondas de 40-50 pés da quinta-feira na Praia do Norte, em Nazaré. Ele mandou até um aéreo “alley-oop” incrível para conquistar o bicampeonato de melhor surfista e o tri de melhor equipe, desta vez com o português Nic Von Rupp e não com o havaiano Kai Lenny das outras duas vitórias. E na disputa pelo prêmio de melhor mulher, Maya Gabeira tirou o título de Michelle des Bouillons no fim do dia. 

Lucas Chumbo liderou o ranking individual desde a primeira bateria, quando tirou a maior nota do evento (8,33) atacando o ponto mais crítico e fazendo um rasgadão impressionante numa onda gigantesca. Ele e Nic Von Rupp ainda aumentaram suas pontuações na segunda bateria que participaram, para confirmar o título do “Best Team Performance”. Chumbo ultrapassou o limite do impossível em ondas gigantes, ao arriscar e completar um aéreo “alley-oop” que ninguém nunca tinha ousado fazer em Nazaré.

“Fiquei muito feliz com minhas ondas e estou sempre querendo aprender mais para tentar melhorar meu surfe”, disse Lucas Chianca“Estou superfeliz por ter vencido o prêmio de melhor performance individual e de melhor time também com o Nic (Von Rupp). O melhor de tudo é que tivemos uma ótima conexão na água. Eu nem precisava dizer nada. Ele ficava escolhendo ondas incríveis para mim e eu apenas surfava. Depois, eu tentava fazer o mesmo para ele”.
Lucas Chianca coleciona mais dois títulos no TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge (Crédito: © WSL / Laurent Masurel) 

Nas duas últimas edições do TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa, o brasileiro venceu esse prêmio de “Best Team Performance” formando dupla com Kai Lenny. No entanto, o havaiano recebeu um convite para participar da segunda etapa do World Surf League Championship Tour, que começa nesta sexta-feira em Sunset Beach e preferiu não viajar até Portugal. Nic Von Rupp também tinha ficado sem o seu parceiro do evento realizado em dezembro, o Pedro Scooby, que está no BBB. Então, o português se juntou ao Chumbo para conquistar o seu primeiro prêmio de campeão em Nazaré.

“A parceria com o Chumbo foi incrível”, destacou Nic Von Rupp“Ele é um cara muito positivo, tem muita energia, é um surfista fantástico, sempre dando muita força e foi incrível competir junto com ele. Nós pegamos várias ondas boas e ele estava sempre torcendo por mim. Ele é um cara que fica sempre tentando superar seus próprios limites, então estou muito feliz por termos conseguido a vitória”.

Michelle des Bouillons mostrou evolução nas ondas de Nazaré (Crédito: © WSL / Laurent Masurel) 

TÍTULO FEMININO – A disputa pelo título individual feminino ficou entre as brasileiras, pois a francesa Justine Dupont, que venceu o prêmio de melhor performance em dezembro, lesionou o tornozelo esquerdo logo na primeira onda que pegou. Ela ficou com o pé preso na alça da prancha e não conseguiu surfar mais, encerrando cedo a sua participação junto com o português Antonio Laureano. As outras duas únicas mulheres eram do Brasil.

Michelle des Bouillons teve um desempenho impressionante, descendo algumas bombas gigantes com grande velocidade na dupla brasileira com Ian Cosenza. A carioca mostrou sua evolução dedicando muito tempo para surfar em Nazaré e conseguiu um melhor posicionamento no mar. Michelle estava na frente até a última bateria do dia, quando Maya Gabeira usou a sua paciência e experiência, para conseguir a nota que precisava para vencer o prêmio de melhor performance feminina do TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge. O francês Pierre Caile foi o parceiro de time da Maya esse ano.

Maya Gabeira venceu seu primeito título no TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge (Crédito: © WSL / Laurent Masurel) 
“Foi um dia muito difícil, uma verdadeira montanha russa”, disse Maya Gabeira“Nós levamos uma surra do mar no início da nossa primeira bateria e senti uma sensação bem ruim na coluna. Antes da minha bateria, eu vi a Justine (Dupont) se machucar, depois o Antonio (Silva), agora o Jamie (Mitchell), então a vibe não estava muito boa lá dentro. Mas, apesar de todo o estresse, segui surfando e fiquei muito feliz por ter o Pierre (Caile) no jet-ski comigo. Ele arrasou e esta foi a minha primeira vitória individual aqui em Nazaré, onde dediquei a maior parte da minha vida”.   

PRÊMIO JOGOS SANTA CASA – O australiano Jamie Mitchell, citado por Maya Gabeira, fez dupla com o chileno Rafael Tapia. Ele foi quem mais ameaçou o bicampeonato de Lucas Chianca, ficando em segundo lugar nos rankings de melhor performance individual e de melhor equipe. O australiano começou bem, com notas 6,83 e 6,00 na sua primeira bateria. Depois, ele entrou na última do dia para tentar superar a pontuação do Lucas Chianca.

Nos minutos finais, Rafael Tapia o colocou numa esquerda gigante, Jamie Mitchell arriscou um tubo insano de backside e a onda o derrubou. Ele sofreu uma lesão nas costas, a equipe médica o atendeu em Nazaré e logo foi encaminhado para o hospital. O australiano não conseguiu tirar o título do brasileiro, mas ficou com o prêmio especial de “Most Committed Award” dos Jogos Santa Casa, de maior comprometimento do dia.
Jamie Mitchell levou o prêmio especial dos Jogos Santa Casa de “Most Committed” (Crédito: © WSL / Laurent Masurel) 

FORMATO DA COMPETIÇÃO: O TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa é um evento especial de tow-in, com 18 convidados formando 9 duplas. As equipes foram divididas em três grupos com três em cada. Cada grupo participou de duas baterias com 60 minutos de duração, com os componentes da equipe se alternando em surfar a onda e pilotar o jet-ski. Todos têm que mostrar suas habilidades em surfar e pilotar.

As duas melhores ondas de cada surfista, após as duas baterias, são computadas para uma pontuação total individual, com a maior nota recebida sendo dobrada. Então, a pontuação máxima de cada surfista é de 30 pontos, se conseguir somar duas notas 10. Quatro prêmios foram disputados no TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa: os individuais de “Best Performance” masculina e feminina, o do “Best Team Performance” para a melhor equipe e o “Most Committed Award” oferecido por Jogos Santa Casa para o surfista com maior comprometimento do dia.
Já foi iniciada a contagem regressiva para o TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge em Portugal (Crédito: © WSL) 

TUDOR NAZARÉ TOW SURFING CHALLENGE 2022:

Best Team Performance – classificação por equipes:
1: Lucas Chianca (BRA) e Nic Von Rupp (PRT) = 35,36 pontos
2: Jamie Mitchell (AUS) e Rafael Tapia (CHL) = 33,13 pontos
3: Andrew Cotton (ING) e Will Skudin (EUA) = 32,40 pontos
4: Maya Gabeira (BRA) e Pierre Caley (FRA) = 25,90 pontos
5: Rodrigo Koxa (BRA) e Eric Rebiere (FRA) = 25,48 pontos
6: Michelle des Bouillons (BRA) e Ian Cosenza (BRA) = 21,57 pontos
7: João de Macedo (PRT) e Antonio Silva (PRT) = 19,84 pontos
8: Justine Dupont (FRA) e Antonio Laureano (PRT) = 4,34 pontos
9: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) = 0,00

Men´s Best Performance – classificação individual masculina:
01: Lucas Chianca (BRA) – 8,33×2 + 4,40 = 21,06 pontos
02: Jamie Mitchell (AUS) – 6,83×2 + 6,00 = 19,66
03: Andrew Cotton (ING) – 6,50×2 + 5,50 = 18,50
04: Nic Von Rupp (PRT) – 4,90×2 + 4,50 = 14,30
05: Pierre Caley (FRA) – 4,93×2 + 4,33 = 14,19
06: Eric Rebiere (FRA) – 4,83×2 + 4,53 = 14,19
07: Will Skudin (EUA) – 4,90×2 + 4,10 = 13,90
08: Rafael Tapia (CHL) – 4,67×2 + 4,13 = 13,47
09: João de Macedo (PRT) – 4,67×2 + 2,83 = 12,17
10: Rodrigo Koxa (BRA) – 3,83×2 + 3,63 = 11,29
11: Ian Cosenza (BRA) – 4,07×2 + 2,70 = 10,84
12: Antonio Silva (PRT) – 2,90×2 + 1,87 = 7,67
13: Antonio Laureano (PRT) = 0,00
14: Axier Muniain (ESP) = 0,00
15: Francisco Porcella (PRT) = 0,00

Women´s Best Performance – classificação individual feminina:
1: Maya Gabeira (BRA) – 3,97×2 + 3,77 = 11,71 pontos
2: Michelle des Bouillons (BRA) – 3,70×2 + 3,33 = 10,73 pontos
3: Justine Dupont (FRA) – 2,17×2 + 0,00 = 4,34 pontos

TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa foi realizado com patrocínio do TUDOR, Jogos Santa Casa, Red Bull, Corona, Hertz, MEO, Portuguese Waves, Visit Portugal, Oeste Portugal e Prefeitura Municipal de Nazaré.

RED BULL FECHA PARCERIA COM O WSL BIG WAVE – A partir de 2022, a Red Bull passa a ter exclusividade para a transmissão de streaming ao vivo dos eventos do WSL Big Wave. A Red Bull possui uma rica história no surfe de quase 25 anos patrocinando atletas, eventos de ação extrema e firmou uma parceria global de 3 anos com a World Surf League, para seguir fortalecendo e solidificando sua presença no surfe. O TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa foi transmitido ao vivo pela Red Bull TV e pelo WorldSurfLeague.com.

RESULTADOS DAS BATERIAS NA QUINTA-FEIRA:

1.a bateria – Grupo A:
Equipe vermelha: Lucas Chianca (BRA) = 8,33×2 + 3,17
Equipe vermelha: Nic Von Rupp (PRT) = 4,50 + 3,73
Equipe marrom: Andrew Cotton (ING) = 5,50 + 4,23
Equipe marrom: Will Skudin (EUA) = 3,33 + 2,33
Equipe azul clara: Justine Dupont (FRA) = 2,17×2 + 0,00
Equipe azul clara: Antonio Laureano (PRT) = 0,00 + 0,00

2.a bateria – Grupo B:
Equipe rosa: Rodrigo Koxa (BRA) = 3,83 + 3,63
Equipe rosa: Eric Rebiere (FRA) = 2,80 + 2,33
Equipe azul: Ian Cosenza (BRA) = 4,07×2 + 2,70
Equipe azul: Michelle des Bouillons (BRA) = 3,00 + 2,77
Equipe verde: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) não competiram

3.a: bateria – Grupo C:
Equipe amarela: Jamie Mitchell (AUS) = 6,83×2 + 6,00 
Equipe amarela: Rafael Tapia (CHL) = 4,67×2 + 3,87 
Equipe preta: Pierre Caley (FRA) = 4,93×2 + 2,67
Equipe preta: Maya Gabeira (BRA) = 3,97×2 + 2,73 
Equipe roxa: João de Macedo (PRT) = 4,67×2 + 2,83
Equipe roxa: Antonio Silva (PRT) = 2,90×2 + 1,87

4.a bateria – Grupo A:
Equipe vermelha: Lucas Chianca (BRA) = 4,40 + 3,40
Equipe vermelha: Nic Von Rupp (PRT) = 4,90×2 + 4,30
Equipe marrom: Will Skudin (EUA) = 4,90×2 + 4,10
Equipe marrom: Andrew Cotton (ING) = 6,50×2 + 4,77
Equipe azul clara: Justine Dupont (FRA) e Antonio Laureano (PRT) não competiram

5.a bateria – Grupo B:
Equipe rosa: Eric Rebiere (FRA) = 4,83×2 + 4,53
Equipe rosa: Rodrigo Koxa (BRA) = 2,07 + 1,83
Equipe azul: Michelle des Bouillons (BRA) = 3,70×2 + 3,33
Equipe azul: Ian Cosenza (BRA) = 2,63 + 0,00
Equipe verde: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) não competiram

6.a: bateria – Grupo C:
Equipe amarela: Jamie Mitchell (AUS) = 5,17 + 2,27
Equipe amarela: Rafael Tapia (CHL) = 4,13 + 3,33
Equipe preta: Pierre Caley (FRA) = 4,33 + 3,07
Equipe preta: Maya Gabeira (BRA) = 3,77 + 1,83 
Equipe roxa: João de Macedo (PRT) = 0,00 + 0,00
Equipe roxa: Antonio Silva (PRT) = 0,00 + 0,00

Por marcelo
Compartilhar

Veja também

Filipe Toledo tricampeão em Saquarema e Carissa Moore campeã do Oi Rio Pro apresentado por Corona

Filipe Toledo iguala recorde de 4 vitórias em etapas do…

continue lendo

Possível recomeço dia 27 de junho, confira as baterias do Oi Rio Pro Saquarema

Próxima chamada na segunda-feira às 7h15 na Capital Nacional do…

continue lendo

Ítalo, Filipe, Michael, Yago e Miguel levam a torcida ao delírio. Medina não se encontra. Confira as baterias do Elimination Round!

continue lendo

ETAPA DE MUNDIAL DE SURFE NO BRASIL BATE RECORDE DE PATROCINADORES E ATIVAÇÕES VÃO ENTRETER ATLETAS E PÚBLICO

O Oi Rio Pro apresentado por Corona reunirá 22 marcas,…

continue lendo

Comentários:

Instagram