Notícias

12/06 13h32

A saúde bucal pode interferir no seu surf!

Não só no surf, mas nos esportes em geral, o atleta pode sofrer graves consequências quando não possui os cuidados adequados com a saúde bucal.


Gabriel Medina, Bi Campeão Mundial, usou aparelho toda sua adolescência, entre outros cuidados com a saúde bucal.

Engana-se quem pensa que a odontologia é responsável APENAS por sorrisos bonitos e dentes brancos.

O trabalho de um dentista vai muito além, pois é comprovado que, saúde bucal está associada diretamente com a saúde de ordem geral. Diversas doenças sistêmicas, aquelas que eventualmente afetam todo o organismo, podem ter origem em infecções orais.

Os atletas, profissionais ou não, devem estar ainda mais atentos a essa condição, pois exigem mais do seu corpo e necessitam de atenções especiais à saúde.

Para este segmento de atuação existe a Odontologia do Esporte que tem como objetivo investigar, prevenir, tratar, reabilitar e compreender a influência das doenças da cavidade bucal no desempenho dos atletas, com a finalidade de melhorar o rendimento esportivo e prevenir lesões, considerando as particularidades fisiológicas dos atletas, a modalidade que pratica e as regras do esporte.
Vale lembrar que cada esporte possui diferentes particularidades que alteram a capacidade fisiológica e a condição física dos seus praticantes. Todos esses detalhes devem ser levados em consideração para que o atendimento odontológico seja oferecido de maneira otimizada e individualizada.

Confira abaixo alguns dos diversos fatores que relacionam a importância da odontologia com a saúde geral do atleta:


Adriano de Souza, Mineirinho, campeão mundial de surf, aproveitou seu período de recuperação do joelho para tratar da saúde Bucal, dentro alguns procedimentos, inclusive cirúrgicos, Mineiro inciou um tratamento de longo prazo de ortodontia.

• A presença de focos infecciosos na boca do atleta traz um prejuízo imenso na sua preparação e na recuperação de lesões musculares e articulares;

• Doenças periodontais (Tecido de suporte – gengiva e osso alveolar), que além de também serem focos infecciosos, contribuem para algumas doenças coronarianas, como a endocardite bacteriana;

• Alterações na posição dos elementos dentários que resulta em uma má oclusão (encaixe dos dentes) inadequada, tendo como consequência uma alteração na respiração e na postura corporal do atleta.

• O respirador bucal possui diversas características clínicas e comportamentais que influenciam diretamente no seu desempenho físico;

• O consumo de isotônicos deve ser realizado com moderação, caso isso não ocorra diversas alterações dentárias podem ocorrer prejudicando a saúde bucal do atleta;

• A ingestão de alimentos e suplementos realizados pelos atletas tem uma frequência maior quando comparado a uma pessoa “comum”, por isso devemos estar atentos a higiene bucal e realizar visitas mais frequentes ao cirurgião-dentista;

• A presença do terceiro molar, o siso, incluso na cavidade oral pode aumentar o risco de fraturas mandibulares nos esportes de contato. Quando mal posicionado ou em processo de erupção, o siso pode aumentar o risco de infecções bucais pelo déficit na higiene bucal, causando a pericoronarite.

• As patologias ou disfunções da articulação temporo mandibular (DTM), articulação da mandíbula com o crânio, são mais frequentes nos atletas por efetuarem um apertamento oclusal (Bruxismo), força excessiva dos dentes superiores contra os dentes inferiores, nos momentos de explosão muscular e por estarem mais expostos a níveis de estresse.

• Os traumas dentários e faciais são muito frequentes nos atletas. Dependendo do esporte esta incidência aumenta significativamente;

• Os protetores bucais são dispositivos intraorais com a função de amortecer e dissipar as forças transmitidas pelo trauma. O protetor bucal ideal é confeccionado pelo cirurgião dentista.

Para consolidar, centralizar e aprimorar todas essas questões colocadas acima, foi criada em 2013 a Academia Brasileira de Odontologia do Esporte – ABROE possui membros em todo Brasil e tem como principal função promover a odontologia do esporte através de pesquisas científicas e comprovações clinicas.

Para mais informações, entre em contato direto com a clínica do Dr. Felipe Rosa e agende uma consulta para avaliação.

Telefone: (27) 99232-3963

Endereço: Rua José de Alexandre Buaiz, 350 sala 814, Enseada do Sua, Vitória ES

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram