Notícias

08/10 12h45

Yago Dora vence o campeonato de aéreos na França

O Brasil sela mais uma vitória em 2018, ano totalmente verde e amarelo até então, pelo surfista e aerialista Yago Dora, no Red Bull Airborne, evento especial de aéreos promovido pela WSL durante o Quiksilver Pro France.

Na decisão, o paranaense criado em Florianópolis somou notas 6.67 e 4.93. Nesse evento, o melhor aéreo de cada atleta teve a pontuação dobrada, fazendo Yago atingir 18.27 pontos na final contra Jack Freestone (2o), Kalani David (3o), Matt Meola (4o), Griffin Colapinto (5o) e Eithan Osborne.

“Fazer parte deste grupo de surfistas foi uma honra para mim e sair com uma vitória foi ótimo”, disse Dora. “É muito legal vencer o primeiro Airborne. Os aéreos são o futuro do esporte, então estou muito feliz e empolgado por vencer. Os juízes estão apenas procurando por aqueles aéreos progressivos e inovadores, e você só tem que ir em frente”, diz o campeão.

“Eu não posso acreditar”, continuou Dora. “Estou exausto, uma hora é muito longa para uma bateria! Tive a sorte de começar sozinho no inside e consegui aquelas duas boas ondas quando todos ainda estavam lá fora. Griffin (Colapinto) precisava apenas de uma nota baixa e não há prioridade, então não havia nada que eu pudesse fazer. Eu apenas tentei pegar outra, mas não consegui”, finaliza o brasileiro.

Na fase classificatória, o havaiano Kalani David foi o melhor com notas 5.17 e 5.83, enquanto Yago avançou em terceiro com 4.23 e 4.80, atrás ainda do californiano Griffin Colapinto.

Quem também representou o Brasil foi Italo Ferreira, 15º colocado com apenas 2.23 e 0.50.

Ao todo, 18 atletas disputaram a prova. A primeira fase teve seis baterias de 30 minutos, com seis surfistas em cada disputa.

Cada surfista participou de duas baterias e os seis melhores participaram de uma final com 40 minutos de duração.

Os aéreos foram as únicas manobras computadas e apenas as duas melhores manobras de cada surfista foram contabilizadas no ranking geral.

A soma das duas melhores notas de cada surfista definiu os seis finalistas. O melhor aéreo teve pontuação dobrada.

Resultado do Red Bull Airbone 2018

1 Yago Dora (BRA)
2 Jack Freestone (AUS)
3 Kalani David (HAV)
4 Matt Meola (HAV)
5 Griffin Colapinto (EUA)
6 Eithan Osborne (EUA)

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram