Notícias

29/04 11h43

Rodrigo Koxa e Lucas Chumbo vencem Oscar de Ondas Gigantes

Koxa leva aproximadamente R$ 86,5 mil e detém novo recorde mundial de maior onda surfada na história; "Chumbo" é o dono da melhor performance da temporada e fatura cerca de R$ 69 mil

A madrugada deste domingo foi de comemoração para o surfe brasileiro. Sem entrar na água, dois representes do país garantiram prêmios importantes no Oscar das Ondas Gigantes, o “WSL Big Wave Awards”, realizado com a nata do esporte, em Santa Mônica, Califórnia (EUA). Lucas Chumbo faturou o prêmio de melhor performance da temporada, enquanto Rodrigo Koxa embolsou US$ 25 mil pela vitória na categoria de melhor onda surfada na temporada e na história (com ou sem o uso de jet-ski).

MELHOR PERFORMANCE MASCULINA

Pelo segundo ano consecutivo indicado ao Oscar das Ondas Gigates, Lucas Chumbo levou o prêmio. O surfista de 22 anos, local de Saquarema (RJ), já colocado como favorito antes da cerimônia, foi escolhido após análise do conjunto da obra da temporada de 2017. A conquista ainda mexe no bolso do brasileiro. Com o resultado, Lucas levou US$ 20 mil (cerca de R$ 69 mil).

MAIOR ONDA SURFADA NA HISTÓRIA

Rodrigo Koxa, de 38 anos, completou a dobradinha brasileira em grande estilo. A onda dropada em Nazaré (Portugal), no dia 8 novembro de 2017, avaliada em 24,38 metros (cerca de 80 pés), passa a ser a maior onda surfada na história. Assim, Koxa supera o recorde que pertencia ao americano Garrett McNamara, que, em 2011, também em Nazaré, surfou uma onda de 78 pés (23.77 metros).

Koxa já havia disputado duas finais do XXL, em 2011 e 2012.

– Obrigado a todos pelo suporte, vocês me ajudaram a acreditar que era possível e… deu bomba. Sonho concretizado de vencero XXL2018, e agora em mãos o novo recorde mundial da maior onda surfada na história do surfe. Meu Deus que honra. Ainda não tenho palavras. Ah, salve Serginho meu parceiro que puxou a onda, o PRÊMIO É NOSSO… – vibrou.


A maior onda da história, 80 pés de altura.

Confira todos os vencedores da noite:

Tubo do Ano
Ian Walsh  (Haiku, Hawaii, EUA) em Jaws, Maui, Hawaii no dia 28 de outubro de 2017.
Foto: Richard Hallman.

Vaca do Ano
Andrew Cotton (Braunton, Devon, United Kingdom) em Nazaré, Portugal no dia 8 de novembro de 2017.
Video de Pedro Miranda.

Maior Onda na Remada
Aaron Gold (Haleiwa, Hawaii, EUA) em Jaws, Maui, Hawaii no dia 14 de janeiro de 2018.
Foto: Brent Broza.

Maior Onda Surfada na Temporada
Rodrigo Koxa (Guarujá, SP, Brasil) em Nazaré, Portugal no dia 8 de novembro de 2017.
Foto: Pedro Cruz.

Melhor Onda da Temporada
Ian Walsh (Haiku, Hawaii, EUA) em Jaws, Maui, Hawaii no dia 28 de outubro de 2017.
Vídeo: Dan Norkunas.

Melhor Performance Feminina da Temporada
1 – Paige Alms (Haiku, Hawaii, EUA)
2 – Justine Dupont (Seignosse, France)
3 – Maya Gabeira (Rio de Janeiro, Brazil)
4 – Keala Kennelly (Haleiwa, Hawaii, EUA)
5 – Bianca Valenti (Mill Valley, California, EUA)

Melhor Performance Masculina da Temporada
1 – Lucas Chianca (Rio de Janeiro, Brazil)
2 – Kai Lenny (Haiku, Hawaii, EUA)
3 – Grant Baker (Durban, South Africa)- 2018/2019 BWT Qualifier
4 – Billy Kemper (Haiku, Hawaii, EUA)
5 – Ian Walsh (Haiku, Hawaii, EUA)
6 – Nathan Florence (Haleiwa, Hawaii, EUA) – 2018/2019 BWT Qualifier
7 – Jojo Roper (San Diego, California, EUA) – 2018/2019 BWT Qualifier
8 – Jamie Mitchell (Burleigh Heads, Queensland, Australia)
9 – Russell Bierke (Ulladulla, New South Wales, Australia) – 2018/2019 BWT Qualifier
10 – Ryan Hipwood (Gold Coast, Queensland, Australia) – 2018/2019 BWT First Alternate

FONTE: Globoesporte

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram