Notícias

25/02 14h38

Termina o 1º QS 6.000 na Austrália

O australiano Mikey Wright foi o campeão do Burton Automotive Pro e a havaiana Coco Ho bateu a bicampeã mundial Tyler Wright na final do Grandstand Sports Clinic Women´s Pro na Austrália

Em ondas de meio metro, o australiano Mikey Wright e a havaiana Coco Ho faturaram o Surfest, etapas do QS 6000 Masculino e Feminino encerradas neste domingo (25), em Merewether Beach, Newcastle, Austrália.

Novo líder do ranking da divisão de acesso, Mikey e a irmã Tyler ainda fizeram história ao tornarem-se os primeiros irmãos a participar da final de um mesmo evento do Qualifying Series.

Enquanto o caçula venceu o havaiano Barron Mamiya na decisão do Masculino, sua irmã, bicampeã mundial, foi derrotada por Coco Ho no Feminino.

Mikey Wright ainda foi o carrasco do brasileiro Jadson André nas quartas. O potiguar chegou a cravar a maior nota da bateria, 8.50, mas viu Wright somar 8.00 e 7.87 e vencer pelo placar de 15.87 a 15.33.

Mikey esteve inspirado nos ataques de backside e depois de passar pelo norte-americano Evan Geiselman na semifinal, atropelou Mamiya na decisão.

O aussie anotou 9.00 e 9.20 e deixou a revelação havaiana em combinação de notas, vencendo a primeira etapa do QS 6000 da temporada por 18.20 a 16.17.

“O Burton Automotive Pro é o caminho por onde começamos o ano, então terminar aqui com uma vitória significa muito para mim”, comemora Wright.

“Ano passado foi meu primeiro ano completo no QS e neste ano me sinto muito mais preparado e determinado, pois aprendi muito. Fazer a final em um mesmo evento que minha irmã também foi incrível, nunca vou esquecer”, afirma o novo líder do ranking da divisão de acesso.


Jadson André fez a segunda maior média das quartas de final e mas infelizmente não avançou

Eliminados nas quartas assim como Jadson, o catarinense e Top do CT Willian Cardoso terminou o evento na quinta posição. Na última bateria das quartas, Willian foi superado por Evan Geiselman por 14.33 a 13.40.


Willian Cardoso em ação nas quartas

Feminino Entre as mulheres, a havaiana Coco Ho, que já havia vencido o evento em 2011, sagrou-se bicampeã do Grandstand Sports Clinic Women’s Pro.

Ela passou pela francesa Johanne Defay nas quartas, pela local Philippa Anderson na semi até bater a duas vezes campeã mundial Tyler Wright por 11.50 a 11.34 na decisão.

“Não era o dia de ninguém, as condições estavam muito difíceis. Mas eu estava muito focada e acho que isso me ajudou”, diz Ho. Acredito que o que faz a diferença em dias assim é manter-se sempre ocupado, pegando o máximo de ondas possíveis”, completa a havaiana.

Agora os surfistas partem para Manly, em Sydney, em uma nova etapa em conjunto do QS 6000 Masculino e Feminino. O Vissla Sydney Pro começa a partir desta segunda-feira (26) e vai até o dia 4 de março.

 

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO QS 6000 BURTON AUTOMOTIVE PRO:

Campeão: Mikey Wright (AUS) por 18,20 pontos (9,20+9,00) – US$ 25.000 e 6.000 pontos

Vice-campeão: Barron Mamiya (HAV) com 16,17 (8,17+8,00) – US$ 12.000 e 4.500 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 3.550 pontos e US$ 5.500 de prêmio:

1.a: Barron Mamiya (HAV) 14.67 x 12.47 Stu Kennedy (AUS)

2.a: Mikey Wright (AUS) 14.86 x 13.06 Evan Geiselman (EUA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 2.650 pontos e US$ 3.000 de prêmio:

1.a: Barron Mamiya (HAV) 13.33 x 11.27 Davey Cathels (AUS)

2.a: Stu Kennedy (AUS) 13.17 x 11.04 Ethan Ewing (AUS)

3.a: Mikey Wright (AUS) 15.87 x 15.33 Jadson André (BRA)

4.a: Evan Geiselman (EUA) 14.33 x 13.40 Willian Cardoso (BRA)

*** G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES 2018 – 10 etapas:

01: Mikey Wright (AUS) – 6.555 pontos

02: Barron Mamiya (HAV) – 5.385

03: Evan Geiselman (EUA) – 5.050

04: Matthew McGillivray (AFR) – 4.230

05: Stu Kennedy (AUS) – 3.550

06: Davey Cathels (AUS) – 3.210

07: Joshua Moniz (HAV) – 3.200

08: Reo Inaba (JPN) – 2.990

09: Charles Martin (FRA) – 2.950

10: Jorgann Couzinet (FRA) – 2.755

———-sul-americanos até 100:

12: Jadson André (BRA) – 2.650 pontos

12: Willian Cardoso (BRA) – 2.650

16: Miguel Pupo (BRA) – 2.310

27: Weslley Dantas (BRA) – 1.800

28: Lucca Mesinas (PER) – 1.700

30: Rafael Teixeira (BRA) – 1.650

35: Wesley Leite (BRA) – 1.579

36: Tomas Hermes (BRA) – 1.550

36: Michael Rodrigues (BRA) – 1.550

36: Alejo Muniz (BRA) – 1.550

36: Victor Bernardo (BRA) – 1.550

49: Manuel Selman (CHL) – 1.340

54: Miguel Tudela (PER) – 1.250

54: Marco Fernandez (BRA) – 1.250

64: Jeronimo Vargas (BRA) – 1.180

64: Alvaro Malpartida (PER) – 1.180

71: Pedro Neves (BRA) – 1.120

77: Wiggolly Dantas (BRA) – 1.050

81: Marco Giorgi (URU) – 1.020

84: Ian Gouveia (BRA) – 1.000

88: Robson Santos (BRA) – 955

91: Tomas Tudela (PER) – 900

96: José Gundesen (ARG) – 854

98: Joaquin del Castillo (PER) – 840

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram