Notícias

04/05 20h49

Tubarão branco é visto em Lower Trestles

Presença de tubarões é constante na última semana e preocupa população no sul da Califórnia, onde foi registrado ataque. Filipe Toledo e Kolohe Andino treinam em San Clemente

tubarao-branci
Imagem do tubarão saltando a direita da foto:

A presença de tubarões nas águas do sudeste da Califórnia, nos Estados Unidos, tem sido frequente na última semana. Um ataque no sábado deixou uma mulher de 36 anos em estado crítico em Church, perto de San Onofre, levando as autoridades de San Clemente a proibir o surfe e os banhos nas praias da região. Na terça-feira e também nesta quarta-feira, uma série de avistamentos ligou o alerta da população sobre o perigo de encontros indesejáveis aos surfistas e banhistas. Câmeras da “Surfline”, revista especializada de surfe, registraram um tubarão branco em Lower Trestles, local de treinos de alguns dos melhores surfistas do mundo e palco da oitava etapa do Circuito Mundial da WSL, no mês de setembro. Filipe Toledo, por exemplo, vive em San Clemente, ao lado de Trestles. Recentemente, Kolohe Andino e Jordy Smith também usaram Lowers como local de treinos para a temporada do Tour.

VIDEO MOSTRA O MOMENTO:

No último sábado, Leeanne Ericson nadava no mar enquanto o seu namorado surfava no line-up de Church, quando teve a sua perna direita mordida por um tubarão. Ela foi encaminhada para a unidade de tratamento intensivo de um hospital da região e permanece em estado crítico. No domingo, outra câmera da “Surfline” registrou três surfistas ao norte de Uppers nadando para a arrebentação depois de terem visto algo que parecia um tubarão. Poucas horas depois, mais ao norte, em Capo Beach, um operador de drone, Matt Larmand, filmou três grandes predadores nadando em águas transparentes da Califórnia.

Ainda não se sabe o por que de tantos avistamentos na região, porém, estima-se que a temperatura da água e outros fatores ambientais tenham deixado os animais tem estado mais ativos. A presença de tubarões na sul californiano, contudo, não é novidade.

A etapa californiana da WSL foi paralisada no ano passado depois que os patrulheiros de plantão detectaram a presença de tubarão no outside. Em abril de 2015, praias da cidade, incluindo o pico do campeonato, foram fechadas devido ao risco de ataques. A quantidade de predadores na ocasião foi explicada pelos leões marinhos e filhotes que se aproximaram da costa.

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram