Notícias

04/05 18h21

Medina e Mineirinho abrem o Oi Rio Pro em Saquarema

Os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza foram escalados nas primeiras baterias da etapa brasileira

Medina e Mineirinho abrem o Oi Rio Pro em Saquarema

Os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza foram escalados nas primeiras baterias da etapa brasileira apresentada por Corona do World Surf League Championship Tour

A World Surf League já divulgou as baterias masculinas do Oi Rio Pro 2017 e os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza foram escalados para abrir a etapa brasileira apresentada por Corona, que começa na terça-feira (09) em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. A “Capital Nacional do Surfe” volta a receber a elite dos melhores surfistas do mundo depois de 15 anos e Medina estreia na primeira bateria, junto com o português Frederico Morais e o australiano Ethan Ewing. Mineirinho entra na segunda, com o havaiano Ezekiel Lau e o californiano Nat Young. A apresentação dos melhores surfistas do mundo nas ondas da Praia de Itaúna continua a cada bateria, pois todos competem na rodada inicial do World Surf League Championship Tour.

Adriano de Souza winning in Round 4.

Adriano de Souza winning in Round 4.

Um total de dez brasileiros vai competir no Oi Rio Pro em Saquarema. Entre os nove integrantes da elite dos top-34 deste ano, o potiguar Italo Ferreira, que tirou a primeira nota 10 da temporada na Austrália, ainda não se recuperou da contusão no tornozelo sofrida após a etapa de abertura na Gold Coast. Ele continua desfalcando a “seleção brasileira” e será substituído pelo norte-americano Nat Young. Mas, a World Surf League confirmou um convite (wildcard) para o paulista Jessé Mendes, que lidera o ranking do WSL Qualifying Series. E o décimo brasileiro sairá da triagem organizada pela Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação de Surf de Saquarema (ASS), que definirá o último participante.

Gabriel Medina perfect 10.

Gabriel Medina perfect 10.

Jessé Mendes estava nessa competição especial pela segunda vaga de convidado para o Oi Rio Pro. Com sua confirmação no evento principal, o catarinense Yago Dora, número 3 no QS, ganhou a chance de disputar o “wildcard” do evento com o surfista do Rio de Janeiro mais bem colocado no ranking, Lucas Silveira, além de dois representantes de Saquarema, o ex-top do CT, Raoni Monteiro, e o big-rider Lucas “Chumbinho” Chianca. O vencedor irá completar a bateria do havaiano John John Florence e do australiano Jake Freestone, que decidiram a etapa brasileira apresentada por Corona no ano passado. John John ganhou a final no Postinho da Barra da Tijuca e deu a arrancada rumo ao título mundial de 2016.

310948_700556_img_20170426_wa0028

O havaiano conquistou seu primeiro caneco da World Surf League depois de um bicampeonato do Brasil, com Gabriel Medina em 2014 e Adriano de Souza em 2015. Medina começou bem a temporada com um terceiro lugar na Gold Coast, mas não repetiu as boas atuações nas outras duas etapas que abriram o CT 2017 na Austrália. Na última, em Bells Beach, perdeu na terceira fase para o mesmo português Frederico Morais que vai enfrentar em Saquarema. Já Mineirinho foi até as quartas de final em Margaret River e em Bells, sendo um dos cinco únicos surfistas com chances de brigar pela lycra amarela do Jeep WSL Leader no Oi Rio Pro.

PRIMEIRA FASE DO OI RIO PRO 2017 EM SAQUAREMA:

1.a: Gabriel Medina (BRA), Frederico Morais (PRT), Ethan Ewing (AUS)
2.a: Adriano de Souza (BRA), Ezekiel Lau (HAV), Nat Young (EUA)
3.a: Owen Wright (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Jadson André (BRA)
4.a: Kolohe Andino (EUA), Jeremy Flores (FRA), Leonardo Fioravanti (ITA)
5.a: Jordy Smith (AFR), Josh Kerr (AUS), Jessé Mendes (BRA)
6.a: John John Florence (HAV), Jack Freestone (AUS), vencedor da triagem
7.a: Filipe Toledo (BRA), Adrian Buchan (AUS), Ian Gouveia (BRA)
8.a: Matt Wilkinson (AUS), Connor O´Leary (AUS), Joan Duru (FRA)
9.a: Joel Parkinson (AUS), Mick Fanning (AUS), Bede Durbidge (AUS)
10: Kelly Slater (EUA), Conner Coffin (EUA), Kanoa Igarashi (EUA)
11: Michel Bourez (TAH), Caio Ibelli (BRA), Stu Kennedy (AUS)
12: Sebastian Zietz (HAV), Julian Wilson (AUS), Miguel Pupo (BRA)

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram