Notícias

24/02 00h58

ENTREVISTA COM FILIPE TOLEDO EM VIX !

Bate papo muito descontraído com esse ídolo que veio passar uns dias com a família aqui no ES

Nessa última quarta-feira o atleta Filipe Toledo, um dos nomes mais indicados para o título mundial de 2017, chegou em Vitória para passar seus últimos dias de férias com a família de sua esposa que é capixaba. Em família, Toledo chegou cedo para um café da manhã com fãs e clientes na Vitória Motors, empresa revendedora da marca JEEP no Espírito Santo e que é um dos patrocinadores do Filipinho.
Ele chegou muito animado empurrando o carrinho da sua filha, acompanhado da esposa.  Sentou junto à galera que se fez presente para enchê-lo com perguntas e regada a muita descontração nessa manhã maneiríssima.
Destacamos abaixo um pouco do que rolou e algumas das questões mais bacanas que foram levantadas durante a conversa. Confiram:

Filipe2
Foto: Thiago Vieira – Ulé – 21/02/2017 – @thiagovieirafotografo

EXPECTATIVA PARA 2017

A minha expectativa são as melhores. Ano passado sofri uma lesão logo no início do ano, mas agora já me sinto 100%. Eu venho treinando muito. Estava agora na Califórnia focado nos treinamentos, agora vim para o Espírito Santo e fico até o dia 1º de março, volto para a Califa e retorno aos treinos. Aproveitarei pra pegar outras pranchas novas com o Márcio Zouvi (SharpEye) para testar. Em seguida parto para a Austrália, pois começa dia 14 de março a primeira etapa na Gold Coast.

IMG_8640

FAMÍLIA E TRABALHO

Está bem tranquilo. Claro que a vida fica mais corrida, mas estou achando muito divertido e saudável. Agora tudo o que eu faço é pensando nela. As vezes até na bateria, eu lembro dela e me dá aquele gás ainda maior pra poder ganhar. Quero fazer algumas viagens levando a família. Mas nessa etapa não vou conseguir e será bem difícil pra mim, pois ficarei 45 dias na Austrália longe delas. Faz parte né!

familia
Foto reprodução do Instagram @filipetoledo

SURF EM ALTA = PATROCÍNIOS

Hoje é muito legal ver que nos últimos anos o surf cresceu tanto que temos empresas que não são ligadas diretamente no surf que agora estão totalmente envolvidas com o esporte. Até o fato de ser patrocinado pela Jeep, que é uma empresa do ramo automobilístico, é muito gratificante. Vemos grandes empresas procurando e apoiando o esporte, coisa que nunca a geração mais antiga poderia imaginar.
Agora então com a notícia que o Surf vai para as Olímpiadas eu acho que vai fazer o esporte crescer ainda mais e ficar ainda mais profissional. Novas empresas abrirão os olhos ainda mais para o surf.

IMG_8634

COMO FOI A SENSAÇÃO DE SURFAR PELA PRIMEIRA VEZ NO WT, VOCÊ LEMBRA?

Eu tinha 16 anos, ia fazer 17 no meio do ano. Eu tava muito ansioso, bem nervoso. Lembro que me chamaram, eu coloquei a lycra e fiquei ainda mais nervoso e pensei: Bem agora é sério o negócio, é de verdade né! Risos
Imagina só você olha para o lado e tá o cara que você via filme de surf desde moleque, sempre te inspirou, e de repente tá ali, de igual pra igual tendo que competir contra ele. Mas com tempo você vai se acostumando e fica mais tranquilo.

gabriel
Foto no Ulé – Gabriel Henriques / @gh.images

PREPARAÇÃO PARA AÉREOS

Faço treinamento de muita resistência para deixar a musculatura bem forte. Nada de ganhar massa. Muito fortalecimento dos joelhos, ombro, tornozelo, pernas, abdômen e costas. Todas as juntas precisam estar bem fortalecidas para evitar lesões.

lucas alexandre
Foto: Lucas Alexandre / Ubatuba

PREPARAÇÃO FÍSICA

Esse ano eu vou ter uma pessoa me acompanhando de perto nos treinamentos, com funcional, ainda mais por eu ter vindo de uma lesão. Estou focado num trabalho de prevenção de lesões para não acontecer novamente. Na verdade, essas ‘’férias’’, que não são bem férias, eu aproveito para treinar e colocar o corpo e mente no lugar para o ano seguinte, que já vai começar agora.

Filipe1

ROTINA DE TREINAMENTO

Eu treino todo dia, surfo pela manhã, almoço, descanso e treino final de tarde. A noite faço alongamento em casa.

IMG_8659 IMG_8674
Distribuiu autógrafos e tirou fotos com a galera: Cezar (foto 1) e Anderson (foto 2)

COMO OS BRASILEIROS SÃO VISTOS PELOS ‘’GRINGOS’’ HOJE EM DIA?

Agora as coisas estão bem diferentes, é só você ver, em 2014 o Gabriel ganhou o mundial, em 2015 o Mineiro, em 2016 o Mineiro brigou pelo título de novo. Está pau a pau.
Antigamente a coisa era vista de outra maneira, eram os ‘’gringos’’ lá em cima, como referência, e os brasileiros lá em baixo. Existia essa discriminação, esse preconceito. Hoje em dia todo mundo olha olho no olho. Não existe mais esse preconceito todo.
E ainda digo mais, uma coisa que me deixa triste é que no Brasil temos um desperdício muito grande de talentos que poderiam ser futuros campeões mundiais, pois na maioria das vezes não tem a oportunidade, o país não oferece estrutura, diferente da Austrália e EUA.

vitoria
Photo: Marcio Canavarro – @canavarrophotography

 

SAQUAREMA NO WT

Tem um lado positivo e negativo. Acho que Saquarema por ser uma cidade pequena, não sei como vai se comportar com um evento desse porte, fico um pouco apreensivo. Mas em questão de ondas, sem comparação. Vai ser muito mais legal até para o público que gosta de ver show de surf. A Barra da Tijuca eu gosto muito, mas a onda de Saquarema realmente é diferenciada. E o melhor de tudo é que terão 2 palanques, um no canto esquerdo de Itaúna e outro nas direitas da Barrinha, que fica no canto direito da mesma praia. A comissão da WSL vai todo dia de manhã analisar as condições nos dois picos para decidir qual vai estar melhor para rolar o campeonato. Vai ser muito bom!

saquarema
Praia de Itaúna – Saquarema

ONDAS QUE TREINA NO DIA A DIA NA CALIFÓRNIA

Eu treino muito em Lowers Trestles, onde rola uma das etapas do WT.
Lá rolam muitas opções de ondas, muitos beach breaks e sempre tem onda pra treinar. No norte da Califórnia tem uns picos melhores que as vezes também vou, mas é longe de onde moro. Tem muitos picos bom de surf pra treinar na Califórnia, mas Lowers é onde eu mais vou.

 


ETAPAS DO WT QUE MAIS GOSTA

O Brasil em primeiro lugar, não preciso nem falar, estar perto da família, e ter esse público não tem igual. Também gosto muito de Portugal e França, são ondas muito boas. E a perna Australiana que vai começar agora.

Filipe Toledo of Brasil (pictured) celebrates his win at the Oi Rio Pro in Barra De Tijuca, Rio, Brasil.

Filipe Toledo / Oi Rio Pro in Barra De Tijuca, Rio, Brasil / Foto: Cestari/WSL

PRANCHAS PARA 2017

Faço as pranchas com o Márcio da SharpEye, e estou bem confiante no material. Para a perna australiana eu vou levar de 10 a 12 pranchas, de 5.9 a 6.6, essa última pra Margaret River que se estiver grande levo apenas 2.
A minha prancha do dia a dia são 2 modelos na verdade, a que leva o meu nome, Holy Toledo, que tem rabeta squash, tamanho 5’9, medidas 18 ¼ e 2 ¼. E a #77, que foi até a prancha que eu ganhei a etapa da Austrália, com as mesmas medidas, só a rabeta que muda, é round. O volume das pranchas em média são 23.7 / 24 litros. Eu peso 71 kilos.

sharp
Quiver de pranchas SharpEye do atelta / Foto reprodução do Instagram

ATLETA QUE DÁ MAIS MEDO PARA COMPETIR

Não sinto medo, a palavra não seria essa, na verdade o atleta que mais admiro e que me dá mais vontade de ganhar é o Mick Fanning. Pelo fato dele treinar muito, ser muito dedicado. Ele tem muitas estratégias e muitos planos, ele sabe como se comportar dentro d’água e tem uma saída pra tudo. É um adversário muito difícil. Ganhar do Mick Fanning é um privilégio. Dos brasileiros seriam o Gabriel e o Mineiro que tem estratégias parecidas com a dele.

mick-fanning-fcs-ii-mf-fin8c8e5b530a5c449da2a300b9b5d985da fanning

SURF NO ESPÍRITO SANTO

Já surfei em várias praias, por exemplo no Ulé, inclusive fui com a galera das lojas Cabana, com os irmãos Kallebe e Krystian Kymerson e o Arthur nessa quinta-feira, queríamos ir lá no D2 fazer umas fotos com o Thiago Vieira e o Gabriel Henriques, quero muito conhecer essa bancada, mas ainda não tive a oportunidade. Outra onda que quero muito ir é Regência. Tomara que dê boas ondas esses dias pra conseguir fazer um bom surf.

Filipe
Foto: Thiago Vieira – Ulé – 21/02/2017 – @thiagovieirafotografo

gabriel2
Foto no Ulé – Gabriel Henriques / @gh.images

filipe 3
Equipe das Lojas Cabana com o Filipe Toledo em busca das ondas com
o fotógrafo Thiago Vieira

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram