Notícias

21/10 22h44

John John pode ser campeão mundial HOJE!

A derrota do Medina abriu a porta para o havaiano correr atrás pelo título mundial por antecipação

John John Florence during Round 3 of the Rip Curl Pro Portugal.

John John Florence during Round 3 of the Rip Curl Pro Portugal.

A pressão ficou então para Gabriel Medina, que competiu logo após o havaiano. O francês Jeremy Flores era seu adversário e já tinha tirado da briga do título mundial o número 3 do ranking, Matt Wilkinson. Medina começou bem com nota 7,17, mas Flores se encaixou nas esquerdas do Pico do Fabril e foi surfando uma atrás da outra, até abrir uma boa vantagem com notas 8,00 e 7,07 em duas ondas seguidas. O brasileiro precisava de outra boa, mas o máximo que conseguiu foi um 7,00, enquanto o francês ainda trocou sua segunda nota por 7,77 para vencer a bateria por 15,77 a 14,17 pontos.

“Eu realmente não tive uma boa temporada e aqui estou conseguindo passar as baterias mais difíceis do ano”, disse Jeremy Flores. “Eu sinto que estou no ritmo das ondas, tanto ontem (quinta-feira) com o Wilko (Matt Wilkinson), como agora com o Gabriel (Medina), quando as ondas boas também vieram para mim. Eu tive um ano terrível em termos de resultados, então realmente queria fazer algumas baterias boas contra esses grandes nomes para recuperar minha confiança e mostrar que eu posso surfar bem ainda”.

Apesar da derrota na terceira fase, Gabriel Medina só não terá chance de tentar o bicampeonato mundial no Havaí se John John Florence chegar na final do Meo Rip Curl Pro Portugal. E quem pode ajudar nessa missão de parar o havaiano é o brasileiro Adriano de Souza, que já venceu essa etapa em 2011. Mineirinho está no caminho dele e ambos vão disputar a segunda vaga direta para as quartas de final com o taitiano Michel Bourez.

medin
Photo: WSL

O evento continua amanhã a partir das 04 h da manhã, confiram como ficaram as baterias NO LOOSER (sem perdedores)

QUARTA FASE – Vitória=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Quinta Fase:

1.a: Kolohe Andino (EUA), Julian Wilson (AUS), Joel Parkinson (AUS)
2.a: John John Florence (HAV), Adriano de Souza (BRA), Michel Bourez (TAH)
3.a: Sebastian Zietz (HAV), Miguel Pupo (BRA), Jeremy Flores (FRA)
4.a: Jordy Smith (AFR), Stu Kennedy (AUS), Conner Coffin (EUA)

 

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram