Notícias

12/05 14h55

Oi Rio Pro é adiado para o sábado no Postinho da Barra da Tijuca

Também já foi confirmado que não haverá competição na sexta-feira e a próxima chamada para a continuação da etapa brasileira da World Surf League será as 6h30 do sábado no Postinho da Barra da Tijuca

282860_602439_grumari_s1667rio16smorigo
Praia de Grumari (©WSL / Smorigo)

A continuação do Oi Rio Pro apresentado por Corona foi adiada na quinta-feira por causa das ondas pequenas na Praia de Grumari. A decisão só foi anunciada na terceira chamada do dia, as 10h30, depois da comissão técnica aguardar para ver se a mudança da maré iria melhorar as ondas, o que não aconteceu. Também já foi confirmado que não haverá competição na sexta-feira pelas previsões do mar e a próxima chamada foi marcada para as 6h30 do sábado na arena do Postinho da Barra da Tijuca e não em Grumari, como nos primeiros dias da etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour.

Dois atletas que precisam passar suas próximas baterias falaram sobre a decisão da comissão técnica do Oi Rio Pro apresentado por Corona. A tricampeã mundial Carissa Moore perdeu o confronto que fechou a quarta-feira para a hexacampeã Stephanie Gilmore e vai disputar a última vaga para as quartas de final com a também australiana Bronte Macaulay, fechando a rodada que pode abrir o próximo dia.

“Eu, na verdade, estou meio dividida”, disse Carissa Moore. “Se o campeonato fosse rolar, tudo bem, porque achei que tinha algumas oportunidades nestas ondas que estão rolando hoje (quinta-feira). Mas, se tivermos melhores condições nos próximos dias, é bom esperar também. Então vou cair no mar agora para pegar umas ondinhas e depois vou para o hotel relaxar”.

O australiano Matt Wilkinson, que defende a liderança no ranking da World Surf League no Oi Rio Pro, também ficou em dúvida sobre o adiamento na quinta-feira: “É, eu não sei direito. Tem umas ondas divertidas, mas estão pequenas e a previsão mostra que vai aumentar nos próximos dias. Está complicado, mas acho que não vai ter nenhum dia com ondas muito boas. É muito difícil ter que tomar essa decisão e fico feliz não ser minha responsabilidade (risos)”.
282860_602438_wilkinson_s5637rio16smorigo
Matt Wilkinson (AUS) (©WSL / Smorigo)

A segunda fase masculina já vai começar quente, com o campeão mundial Adriano de Souza fazendo um duelo brasileiro com o baiano Bino Lopes, Matt Wilkinson defendendo a liderança do ranking na segunda bateria com o paulista Deivid Silva e Gabriel Medina entrando na quarta com Alex Ribeiro em outro confronto verde-amarelo da repescagem. Se a comissão técnica do Oi Rio Pro decidir iniciar o próximo dia pela categoria feminina, a primeira bateria a entrar no mar do Postinho da Barra será a da havaiana Malia Manuel com a australiana Keely Andrew pela quarta fase.

Por Administrador
Compartilhar

Veja também

As finais do Mundial de Surf batem recorde de audiência na história da World Surf League

continue lendo

Mais um dia épico em Regência, 15/09/2021

continue lendo

Medina pensa em pausar as competições em 2022, entenda

continue lendo

Meninas surfam em Regência clássica!

continue lendo

Comentários:

Instagram